O Coronavírus e as mortes na Onor

O Coronavírus se transformou em epidemia global na China.
Muitas infecções, muitas mortes, que surgem a cada dia.
Neste domingo, 2 de fevereiro, a doença chegou a nossas paredes.
Infectou nossa Diretora Geral, a matando.
Antes, havia matado nosso subdiretor, e outras 6 pessoas da nossa sede chinesa.

Estamos todos profundamente consternados com cada uma dessas percas.
E trabalhando intensivamente, para que essas pessoas possam ter um funeral honroso, como merecem.
O governo chinês, tem querido a propriedade dos corpos, das vítimas mortas pelo Coronavírus.
E não somos de acordo com esta medida.
Gostaríamos de fornecer a estes, um enterro digno.
Construir para estas vítimas da nossa empresa, um memorial, onde eles possam descansar em paz.
Não é demagogia, mas sim, dar as suas famílias, um local para que possam ver, onde seus entes queridos repousam.
É triste saber que uma pessoa que ama faleceu, e que não pode se quer saber onde seu corpo repousa.
É desumano, é ilegal e é imoral.
Por isso nossas políticas, estão voltadas em solucionar este conflito.
E que estamos nos dedicando a esta causa, com todas as nossas forças.